Delegado fala sobre caso da criança de 11 anos estuprada em Arapongas

O caso aconteceu na noite da última terça feira (23) no Conjunto Padre Chico, em Arapongas. Na ocasião, a mãe da criança acabou flagrando o amásio abusando de sua filha de 11 anos. A Polícia Militar foi acionada pela própria mãe, o padrasto de 42 anos foi preso em flagrante e encaminhado para a delegacia.

De acordo com o delegado adjunto, Dr Audair da Silva, o detido pode pegar de 8 à 15 anos de prisão “ O caminho agora é colher as provas periciais restantes e concluir o inquérito para enviar ao Ministério Público e para o Poder Judiciário” afirmou o delegado. Segundo o Dr Audair, a criança relatou que vinha sofrendo os abusos desde o ano passado, “ Como se trata de um crime que já vinha acontecendo desde abril de 2017 pode haver um agravamento em relação à prisão do indivíduo” disse.

A criança será encaminhada para tratamento psicológico, a fim de diminuir os danos causados pelo longo período de abuso. Ainda de acordo com o delegado, a mãe da criança vivia à cerca de 6 anos com o amásio, a investigação apontará se houve abusos antes do período relatado pela própria criança.

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.