Equipe do Samu denuncia motorista de ônibus escolar após confusão em acidente


Uma equipe do SAMU quase foi agredida por um motorista do transporte escolar municipal enquanto atendia um acidente na manhã desta segunda-feira (23). A equipe estaria atendendo uma colisão envolvendo um carro e uma motocicleta.

Segundos os socorristas, a colisão ocorreu no cruzamento das Ruas Arataiaçu com Tico Tico e as vias tiveram de ser interditadas para a equipe prestar o atendimento às vítimas do acidente.

De acordo com a equipe, o motorista de um ônibus escolar não respeitou a sinalização e passou com o ônibus por cima dos cones. “Dois profissionais atenderam a vítima enquanto os demais sinalizaram a via, até a chegada da Polícia Militar e Guarda Municipal. Vários veículos respeitaram, mas o motorista do ônibus não quis desviar e passou em cima dos cones e ainda subiu na calçada. Ele começou a discutir conosco dizendo que não iria esperar, depois saiu do ônibus e avançou na equipe”, relatou o socorrista, que teve o nome preservado. Ainda segundo o funcionário do Samu, o homem tumultuou e atrapalhou o atendimento da ocorrência.

As agressões verbais foram testemunhadas por alunos que estavam no ônibus e pedestres. “Ele também brigou com os guardas municipais. As crianças ficaram assustadas gritando no ônibus e os moradores também ficaram indignados com a atitude do motorista”, comentou.

O secretário municipal de Educação, Paulo Valério, confirmou que o condutor envolvido dirigia um ônibus do transporte municipal. Ele informou que o departamento responsável já está tomando as devidas providências. “Já tenho uma cópia do boletim de ocorrência e o encaminhei para a diretoria de tráfego, vinculada à Secretaria Municipal de Administração, que deve ouvir o motorista. Na sequência a assessoria jurídica vai tomar as medidas cabíveis”, disse o secretário.

Valério também lamentou a atitude do funcionário público e disse que a prefeitura punirá qualquer conduta semelhante. “Não sei qual o motivo ele teve para agir assim, mas desaprovo a atitude dele que deve ser punida sim, não tem como. Tem que ter respeito, esse tipo de situação me deixa indignado”, comentou.

Informações: Tn Online

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.