Homem morre atropelado após cobrar dívida do ex-patrão em Arapongas

A Polícia Civil investiga a morte de um homem de 34 anos, após confusão envolvendo o ex-patrão dele, no feriado do Dia do Trabalhador (01/05), em Arapongas. Dario Luiz Petermann ficou gravemente ferido após ser atropelado por uma caminhonete, na Avenida Siriema, região da Vila Araponguinha. Ele também tinha uma perfuração na perna direita provocada por uma arma de fogo.

De acordo com o delegado adjunto da 22ª Subdivisão Policial (SDP), Audair da Silva, na caminhonete estavam o empresário e o cunhado dele, que dirigia o veículo. Ambos alegaram à polícia que foram perseguidos por Petermann que ocupava uma moto e estava armado.

“O atropelamento foi intencional. O cunhado do empresário, que dirigia a caminhonete, disse que estava sendo perseguido pelo rapaz armado e então jogou a caminhonete contra ele para acabar com a perseguição”, relatou o delegado.

Dr Audair da Silva apurou que o motivo seria uma dívida trabalhista entre o ex-funcionário e o empresário. “Havia um desacordo que envolve verbas rescisórias trabalhistas e a vítima estava atrás do ex-patrão”, informa.

Após o atropelamento, Petermann foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), com apoio do Corpo de Bombeiros e encaminhado ao hospital. Só depois foi constatado que ele também havia sido baleado na perna direita. Contudo, a arma não foi encontrada no local do atropelamento.

“Ainda tem muita coisa para ser esclarecida. Já interrogamos os dois e a versão deles é que Petermann estava armado e acabou disparando e o tiro acertou a própria perna. Contudo a arma não foi encontrada. Estou aguardando o laudo necroscópico para verificar esta informação”, disse o delegado.

Ainda conforme Silva, o motorista da caminhonete foi autuado por homicídio doloso e aguarda audiência de custódia. As investigações continuam para localizar a arma e esclarecer os fatos.

Fonte: Tn Online

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.