Pastor araponguense é acusado de aliciar menor de 13 anos

Foto: Fato Atual

A Polícia Civil de Arapongas está investigando um caso envolvendo um pastor araponguense e uma menor de idade, de 13 anos. A mãe da vítima apresentou para o delegado chefe da 22 Subdivisão Policial de Arapongas(SDP), Dr. Marcelo Sakuma, conversas do aplicativo Whatsapp entre o pastor e sua filha.

Conforme o delegado chefe, a mãe da vítima relatou que participava de cultos evangélicos em uma igreja localizada no Jardim Interlagos e que tinha afinidade com o pastor. De acordo com Dr. Sakuma, o pastor se aproveitando da proximidade com a família começou a seduzir a vítima.”Através do Whatsapp o acusado enviou diversas mensagens para a menor, convidando para atos sexuais, seduzindo e também dizendo estar apaixonado pela menina, tentando de alguma forma ter relação com a adolescente.” afirma o delegado.

Segundo Dr. Marcelo Sakuma, diante das mensagens a vítima contou para sua mãe o que estava acontecendo.”A mãe imediatamente procurou a polícia, nós já instauramos um inquérito policial e o caso já está bastante adiantado. Estamos aguardando a vítima ser ouvida junto ao Fórum na presença de um psicólogo para dar continuidade no caso.” disse o delegado.

Além de mensagens, o conteúdo apresentado pela mãe da vítima continha fotos explícitas.”Não sabemos se essas fotos pertencem a parte física do pastor, são fotos com cenas pesadas de conotação sexual, no decorrer da investigação saberemos se são ou não do próprio corpo do acusado.” relata Dr. Sakuma.

Conforme Dr. Marcelo Sakuma, após a conclusão das investigações e dos procedimentos o acusado pode ser indiciado por estupro de vulnerável, tendo em vista a vítima ter 13 anos de idade. O nome do pastor não foi divulgado pela polícia.

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.