Falsa cartomante é investigada em Arapongas, vítima entregou moto para pagar consulta

Uma suposta cartomante identificada como Talia Martim, de 21 anos, está sendo investigada pela Polícia Civil de Arapongas suspeita de praticar estelionato no município. A mulher atendia pelo nome de “Luiza Cartomante”. Uma das vítima entregou uma motocicleta para poder pagar o valor total da consulta com a falsa cartomante.

Segundo a Polícia Civil, um rapaz registrou boletim de ocorrência na delegacia relatando que havia sido vítima da falsa cartomante. De acordo com o delegado adjunto, Ricardo Jorge, a suposta cartomante cobrou R$ 50,00 pela consulta que prometia ”amarração amorosa” 100%  garantida. ”Ele pagou de início R$ 50,00 pela consulta, mas ela durante o trabalho dizia que a vida do rapaz estava ruim e com problemas e chegou a cobrar R$400,00 para resolve-los. Por fim a cartomante pediu a motocicleta do rapaz, uma CB Twister, para trazer o amor da vida dele de volta em 21 dias. A vítima entregou a moto, com o recibo preenchido.” afirma o delegado.

Conforme ao delegado adjunto, Ricardo Jorge, a polícia identificou que Talia exercia essa função de cartomante, em sua casa havia uma placa dizendo ”Amarração amorosa 100% garantida, Luiza Cartomante”. ”Ela relatou em depoimento que é de fora da cidade e que está aqui em Arapongas a sete meses. Na sua casa encontramos sangue falso comprado na internet, alguns bichos de borracha que ela usava nas consultas, três máquinas de cartões de crédito e uma agenda com várias anotações, mostrando que ela tinha muitos clientes.” disse o delegado.

Sangue e insetos falsos

A falsa cartomante está sendo investigada pelo crime de estelionato. Em depoimento a suspeita mostrou que pouco entendia das atividades de uma cartomante, o que deixa claro para a Polícia Civil a prática de enganação e golpe. O marido da suspeita também está sendo investigado.

Objetos usados nas consultas

 

De acordo com o delegado adjunto, Ricardo Jorge, foram encontrados recibos de cartão de crédito na casa da suspeita em um valor superior a R$18.000,00. A polícia acredita que mais pessoas foram vítimas do golpe da falsa cartomante em Arapongas. A própria suspeita relatou que atendia cerca de cinco pessoas por dia.

”Se alguém chegou a fazer consulta com ela e se sentiu lesado ou foi vítima de golpe pedimos que procure a delegacia, vamos incluir todas as pessoas que foram vítimas no inquérito instaurado, para apurar essa prática de estelionato.” finaliza o delegado.

Fotos: Divulgação Polícia Civil

Deixe uma resposta