Ações da Secretaria da Cultura mexem com toda Arapongas

Não é exagero dizer que a população inteira de Arapongas é impactada pelas ações e programas da Secretaria Municipal de Cultura, Lazer e Eventos (Secle). “A Secle tem uma agenda de atividades que se estende ao longo de todo o ano e que atinge todas as faixas de idade, todos os segmentos da sociedade e todas as regiões do município, seja através dos projetos culturais, seja através de eventos como shows, festas, desfile de 7 de Setembro, programação de aniversário da cidade e de final de ano. O desafio é justamente o de democratizar e valorizar as atividades culturais”, avalia o secretário Geison Cortez.

Ligado à Secle e formado por representantes da sociedade civil, o Conselho Municipal de Cultura também desempenha importante papel no segmento. A Secle está localizada na Rua Quíscalo, 166, junto ao Prédio da Biblioteca Pública Municipal Machado de Assis e ao lado do Anfiteatro Oduvaldo Vianna Filho, compõe o Centro Cultural Érico Veríssimo, na Praça Cacilda Becker.

Algumas atividades que se destacam:

– Festival de Artes Cênicas – FETAC – O Primeiro Festival de Artes Cênicas de Arapongas foi realizado de 25/06 a 07/07/2019. Tem o objetivo de promover o intercâmbio entre os grupos de teatro de Arapongas e o público, destacando e divulgando novos talentos. Teve um público estimado de três mil pessoas.

– Festar – “Festival de todas as artes de Arapongas” tem o objetivo de disseminar as diversas culturas existentes no Município. Até o ano de 2018, aproximadamente oito mil pessoas passaram pelo festival.

– Desfile de 07 de setembro – Em parceria com a Educação, a Secretaria da Cultura organiza, conduz e coordena a Semana da Pátria, uma tradição que vem desde a década de 40. Essa tradição hoje leva às ruas um público aproximado de dez mil pessoas.

– Rock no Parque – Um evento que reúne o melhor do rock local, em um ambiente descontraído: o “Parque dos Pássaros”. É realizado em um fim de semana com muita música, diversão e alimentação com as tendas gastronômicas. O evento reúne aproximadamente duas mil pessoas.

Responsabilidade pelos grandes eventos do município

– Carnaval “Nas Asas do Samba” – Desde o início da gestão, o carnaval ganhou uma nova roupagem. Foram cinco noites de festa e duas matinês em um ambiente familiar e descontraído, juntamente com a praça gastronômica, Grupos de Samba e Pagode locais e Banda Show, totalizam um público estimado de 25 mil pessoas.

– Aniversário da Cidade “Arapongas Fest Show” – A partir da atual administração, o Aniversário da Cidade ganhou força e tomou novas proporções. Em parceria com a rádio Nativa FM, foram cinco dias de festividades no Parque de Exposições Expoara, com shows de artistas renomados nacionalmente. Passaram pela Arapongas Fest aproximadamente 30 mil pessoas.

– Natal –Começa com a chegada do “Bom Velhinho” no Estádio Municipal José Luís Chiapin, com doces, pipoca, sorvetes, bolas, cama elástica e muitos brinquedos infláveis, tudo gratuitamente, para fazer a alegria da garotada, reunindo mais de cinco mil pessoas. Também há decoração com luzes na Praça da Matriz, um show à parte, com coral, brinquedos natalinos e muito mais. Durante o período de festividades que geralmente pega o início de dezembro até meados do dia 20, muitas atividades são realizadas, inclusive a “Casa do Noel”, onde passam aproximadamente 20 mil pessoas, durante o período.

Veja os espaços que a Secretaria da Cultura administra

– Anfiteatro Municipal Oduvaldo Vianna Filho – Vianninha

– Biblioteca Pública Municipal Machado de Assis

– Usina de Conhecimento / Grupo Viagem à Fantasia

– Cine Teatro Mauá

– EMA – Espaço Municipal de Artes onde funciona o Projeto: ATUAR – Curso Livre de Teatro

– Estação das Feiras – Feira da Lua

– Espaço Cultural G1 (localizado na Estação das Feiras)

– Antiga Estação Ferroviária

– MAHRA – Museu de Arte e História de Arapongas (Prédio da Antiga Prefeitura)

– Mercado Municipal

– Praça CEU – Centro de Artes e Esportes Unificados (Zona Sul), hoje denominado Estação Cidadania-Cultura

– Anfiteatro “Oduvaldo Vianna Filho” (Vianinha) destina-se à realização de atividades de valor artístico-cultural, adequados ao espaço físico, comprometido com a diversidade cultural, com ações socioculturais para a promoção da cidadania. A locação é realizada mediante solicitação por ofício à Secle, com no mínimo 30 dias de antecedência. Tem capacidade para 232 pessoas. Em média, passam pelo teatro, anualmente, 6.600 pessoas.

– A Biblioteca Pública Municipal Machado de Assis, além de ser local de armazenamento e disseminação de informações, também funciona como espaço de lazer, encontros para reuniões, atividades profissionais, local de exercício cultural e exposições alusivas as principais datas comemorativas. Na Biblioteca também é realizado um trabalho de seleção, limpeza, classificação e restauração de livros. Passam por ano na Biblioteca 8.400 pessoas.

– A Usina de Conhecimento – Grupo de Teatro de Bonecos “Viagem à Fantasia”, nossa fábrica de sonhos. Lá é elaborado o mais divertido e educativo teatro de bonecos, usado para diversos temas e campanhas: ecológica, conto de fadas, educativa, instrutiva e preventiva. Durante o ano acontecem diversas atividades, como Hora do Conto, Casa da Coelhinha, Casa do Noel e Projeto Viagem à Fantasia, que é o teatro indo de encontro às crianças de zona rural e bairros afastados. Durante o ano o Teatro de Bonecos Viagem à Fantasia atende aproximadamente 15 mil crianças.

– O Cine Teatro Mauá é um espaço destinado a apresentações teatrais, de dança, formaturas, comédias, convenções e reuniões. Também recebe grandes Orquestras, show cover e festivais. A locação é realizada mediante solicitação por ofício à Secretaria Municipal da Cultura, com no mínimo 30 dias de antecedência, tem capacidade para 410 pessoas. Em média, o público anual é de aproximadamente 12 mil pessoas.

– No Espaço Municipal de Artes (Ema) funciona o ATUAR – Teatro com vida, com aulas de segunda a sábado, tendo um público variado de atores de 8 a 70 anos. Contribui para o desenvolvimento do equilíbrio emocional, do pensamento crítico, do corpo e da mente através de jogos teatrais e técnicas, tendo como resultado apresentações com temas educativos e com textos literários que colaborem com o desenvolvimento artístico dos participantes. Formam por ano cerca de 300 atores. Durante o ano, fazem em duas etapas as bancas, que são como provas de interpretação cênica. As apresentações do Atuar são realizadas no Cine e recebem em média de 300 pessoas por evento. O público anual das bancas e alunos do EMA são em média 3.600 pessoas

– Na antiga Estação Ferroviária está sendo idealizada, para breve, a nova sede da Secretaria da Cultura. Projeto que já está em andamento.

– A Estação das Feiras, também conhecida como Feira da Lua, é um espaço gastronômico onde a população araponguense pode passar momentos de lazer com a família. Acontece também uma diversidade de shows com artistas renomados nacionalmente e uma variedade de atrações artísticas. Funciona toda quinta-feira a partir das 18h00 até às 22h30. O espaço recebe em média 450 pessoas por semana, totalizando anualmente um público de até 24 mil pessoas.

– O Espaço Cultural G1, localizado na Estação das Feiras, foi projetado para ser utilizado especialmente para artistas locais mostrarem seu talento. Lá acontecem ensaios teatrais, apresentações de bandas de rock, mostras de talentos locais. Durante o ano passam por ali cerca de 2.400 pessoas, amantes da arte e da cultura.

– O MAHRA – Museu de Arte História de Arapongas é um espaço histórico. Lá se encontram fatos, fotos, vestuários, objetos e uma peculiar dose de nostalgia. Um lugar onde se atende diversos cidadãos nas mais diversas áreas, em busca de informações, fotografias, documentos e consultas sobre a história do Município e região. Organizam-se palestras e material expositivo para escolas e colégios. São realizadas exposições informativas e educativas e visita guiada pelo museu.  Público médio de 12.300 pessoas ao ano.

– CEU das Artes – Centros de Artes Unificados, hoje denominado Estação Cidadania Cultura é um equipamento público estruturado para integrar atividades e serviços culturais, práticas esportivas, de lazer e assistência social, formação e qualificação, políticas de prevenção à violência e inclusão digital, que atende os bairros da Zona Sul. A Secretaria da Cultura fica responsável pela parte cultural do espaço, que se resume na Biblioteca e no Teatro. Lá são realizadas diversas atividades: contação de histórias, Cine CEU, Florais do CEU (Festival de poesia) – Participam pessoas da comunidade, Biblioteca Ambulante – Em uma parte da cidade onde a população não tem acesso, Exposições e comemorações alusivas às principais datas comemorativas, consultas e empréstimos na biblioteca, totalizando ao ano aproximadamente 8,3 mil pessoas.

– Big Band Municipal, foi formada em 04 de maio de 1979 como Banda Municipal. Com o passar dos anos, viu a necessidade de ampliar seus conhecimentos e seus estilos musicais, pois a banda não comportava mais o estilo sinfônico, pela diversificação de instrumentos e pelo estilo jovial que a banda adquirira. Consolidou-se como Big Band, em 2006, onde passou a fazer as mais incríveis apresentações musicais, alcançando um público cativo. Por ano a Big Band, faz 15 apresentações.

Fonte: Prefeitura Municipal de Arapongas