Arapongas participa da Campanha Internacional “16 Dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres”

Na próxima segunda-feira (25), Arapongas vai realizar o Lançamento da Campanha Internacional “16 Dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres”. O evento terá início às 14h00, em passeata com saída da Praça Julio Junqueira(Praça Mauá), seguindo até a Prefeitura Municipal. Às 14h00, será realizado o ato solene de abertura.

Conforme a ONU Mulheres Brasil toda a mobilização em prol a segurança das mulheres e meninas em todo o mundo foi iniciada por ativistas no Instituto de Liderança Global das Mulheres, em 1991, e continua a ser coordenada anualmente pelo Centro para Liderança Global das Mulheres. Em 2019, a campanha da UNA-SE marcará os 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres, de 25 de novembro a 10 de dezembro, sob o tema: ‘’Pinte o mundo de laranja: geração igualdade contra o estupro!”

De acordo com a coordenadora da Patrulha Maria da Penha de Arapongas, Gm Denice Amorim, este é um marco importante na causa contra a violência às mulheres, do qual, necessita do envolvimento de toda a sociedade. “A Secretaria de Segurança Pública e Trânsito de Arapongas, Guarda Municipal, Patrulha Maria da Penha, demais Forças de segurança já abraçaram essa causa mundial. É importante o engajamento de toda a sociedade civil. Infelizmente à violência contra as mulheres é um acontecimento triste e real, por isso, devemos combate-lá, unindo forças, lutando por direitos, incentivando e participando de ações sérias que visam mudar a conduta machista e violenta da sociedade. Com isso, convido a todos que participem desta causa conosco”, afirma.

CONHEÇA A ONU MULHERES BRASIL:

ONU Mulheres foi criada, em 2010, para unir, fortalecer e ampliar os esforços mundiais em defesa dos direitos humanos das mulheres. Segue o legado de duas décadas do Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher (UNIFEM) em defesa dos direitos humanos das mulheres, especialmente pelo apoio a articulações e movimento de mulheres e feministas, entre elas mulheres negras, indígenas, jovens, trabalhadoras domésticas e trabalhadoras rurais. São seis áreas prioritárias de atuação:

§ liderança e participação política das mulheres;
§ empoderamento econômico;
§ fim da violência contra mulheres e meninas;
§ paz e segurança e emergências humanitárias;
§ governança e planejamento;
§ normas globais e regionais.

ONU Mulheres tem sede em Nova Iorque, nos Estados Unidos. Possui escritórios regionais e em países da ÁfricaAméricasÁsia Europa. Nas Américas e Caribe, o escritório regional está situado no Panamá. No Brasil, o escritório opera em Brasília. (FONTE: ONU MULHERES BRASIL).

SAIBA MAIS ATRAVÉS DO LINK: http://www.onumulheres.org.br/16dias/

Fonte: Prefeitura Municipal de Arapongas