Arapongas lança Plano de Segurança Pública para 2020

Nesta sexta-feira (14), as Forças de Segurança de Arapongas apresentaram o Plano Municipal de Segurança Pública 2020 que visa estabelecer diretrizes da segurança e planejamento estratégico através da ampliação dos serviços integrados da Guarda Municipal, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Conselho Comunitário de Segurança, executando trabalhos preventivos e educativos que consistem, sobretudo, na diminuição dos índices de da criminalidade.

O secretário de Segurança Pública e Trânsito, Paulo Argati, reiterou a importância das aplicações dos serviços integrados ao longo dos três últimos anos, período em que resultou na diminuição de 40 a 50% na criminalidade em Arapongas, além de boas perspectivas para 2020. “Lançamos o plano em 2017 e desde então temos obtido resultados positivos, tendo o Plano Municipal de Segurança Pública de Arapongas reconhecimento em nível estadual. Em sua quarta edição, vamos manter fortemente a integração das forças de Segurança, enaltecendo projetos que já vêm dando certo”, disse Argati.

Ele mencionou também os investimentos feitos junto à Guarda Municipal, com aquisição de novos equipamentos, entre eles materiais de segurança e uniformes, recursos e serviços na área de trânsito, o que fortalece ainda mais a atuação de toda a corporação. No mesmo horário em que o Plano era apresentado na Prefeitura, por exemplo, houve um homicídio na Praça do Santuário Nossa Senhora Aparecida. A Guarda Municipal agiu rapidamente e prendeu o autor em flagrante.

OS NÚMEROS

O comandante da 7ª Companhia Independente de Polícia Militar (7ª CIPM), capitão Humberto Cavalcante, apresentou dados unificados das Forças de Segurança, através de estatísticas com comparativos dos anos 2018 e 2019. Conforme o relatório, nos últimos dois anos Arapongas registrou queda de 33,33% nas mortes em acidentes de trânsito (sendo 12 em 2018 contra 8 em 2019). Nas ocorrências de categoria roubo simples, 2018 apresentou 373 registros e 298 em 2019 – redução de 20,11%. Queda também em roubos ao comércio, onde foram registrados 45 em 2018 e 31 em 2019 – diminuição de 31,11%. Grande variação registrada também na apreensão de armas – 166,67% (27 em 2018 para 72 em 2019).

Nas ocorrências relacionadas a homicídios, o relatório fez um regaste de 2016 a 2019 (períodos anterior e posterior à implementação do plano). Durante todo o ano de 2016, foram registrados 21homicídios, 13 em 2017, sete em 2018 e oito em 2019. “Temos consciência de que uma morte por violência já seria demais, contudo vale levar em consideração a diminuição nesses casos ao longo dos anos. Tudo isso se deve ao trabalho árduo e integrado que temos feito. Aumentamos em 50% o policiamento nas ruas. Vamos implantar serviços educativos e campanhas nos pontos com maiores incidências de acidentes. Nada disso funcionaria sem a união das Forças de Segurança municipais, também contando com o apoio das Polícias Rodoviárias Estaduais e Federais. Temos a consciência de que dia-a-dia nos esforçamos para levar sensação de segurança a toda a população”, explicou o Capitão. Ele acrescentou ainda que mais seis viaturas para a PM estão sendo liberadas pelo Governo do Paraná por solicitação do prefeito Sérgio Onofre.

O prefeito reforçou o compromisso junto à segurança pública, prevalecendo a união de forças dos órgãos de Segurança, poderes municipais e sociedade civil. “A segurança é um todo e juntos temos condições de apresentar números ainda mais positivos. É claro que, em se tratando de segurança pública, muito precisa e dever ser feito, mas se pegarmos os dados, constatamos entre eles quedas nas mortes no trânsito, redução de 70% nas multas, crescimento de campanhas e ações educativas, diminuição de homicídios, entre outros pontos”, afirmou Onofre.

Segundo ele, o governador Ratinho Júnior deverá estar em Arapongas, no mês de março, para liberar, entre outras obras, a construção do Centro de Detenção Provisória (CDP), que visa desafogar a superlotação da cadeia pública do município. Com projeto já concluído e entregue à Secretaria de Segurança Pública do Paraná, o CDP já tem orçamento previsto para esse ano, com investimentos na casa de R$ 9,7 milhões. O trabalho de inclusão  dos recursos foi feito pelo deputado estadual Tiago Amaral, que faz parte da Comissão de Orçamento da Assembleia Legislativa.

Participaram também do ato o vice-prefeito Jair Milani, os secretários de Saúde, Moacir Paludetto Jr, de Administração, Valdecir Scarcelli, de Governo, Lucia Golon, de Indústria e Comércio, Valdecir Tudino, de Cultura, Geison Cortez, de Segurança Alimentar e Nutricional, Niele Melo, de Educação, Luiz Roberto dos Santos, de Finanças, Luiz Oquendo, de Assistência Social, Ismailda Ferreira, vereadores Miguel Messias e Márcio Nicknig, delegado chefe da 22ª Subdivisão, Maurício de Oliveira Camargo, superintende da GMA, Vagner Alexandrino, representantes da GM de Londrina, presidente da OAB de Arapongas, Vitor Al Majida, presidente do Conseg, Luiz Yokomizo, representantes da PRF, PRE, comandante do Bombeiro de Arapongas, comandante do 1º QOBM, Tenente Mateus Justino Cândido, presidente do Sindicato das Indústrias Moveleiras de Arapongas, Irineu Munhoz, José Mendonça, do Sindicato Rural, representantes do comércio e outras lideranças.

Fonte: Prefeitura Municipal de Arapongas